Inês Martins

1992, ÉvoraInês Martins explora as possibilidades físicas do livro e da publicação como prática artística. O seu trabalho oscila na fronteira entre o digital e o material e abre a possibilidade de articulação com outras disciplinas, ao pensar no funcionalismo e formalismo estético de outros formatos. O resultado são formas híbridas: livro / arte / objeto. A atenção pela materialidade e superfície das coisas vem do fascínio pelo que não consegue tocar e da inquietação em atribuir um corpo físico ao que é passageiro. Como forma de traduzir a fragilidade dessas manifestações, o trabalho evolui do interesse em trabalhar o livro como objeto e suporte de representação de realidades intangíveis. Existe a necessidade de materializar emoções e, de forma descomplicada, mover-se entre a obscuridade dos fenômenos sensíveis e a sua transformação em objetos, que servem a sua função de serem manuseados e transportados.

http://www.ines-martins.com